marcas
  • Home
  • Uncategorized
  • Em sessão marcada por fé e emoção, Assembléia de Deus comemora 100 anos na Bahia
Uncategorized

Em sessão marcada por fé e emoção, Assembléia de Deus comemora 100 anos na Bahia

Os 100 anos da Igreja Assembleia de Deus na Bahia foram comemorados na manhã desta quinta-feira (19/09) com uma sessão especial, na Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA), proposta pelo deputado estadual Samuel Júnior (PDT) com as presenças do deputado federal Alex Santana e o presidente da Casa, Nelson Leal (PP).

Ao se dirigir aos assembleianos, Samuel Júnior “agradeceu a Deus e aos irmãos da igreja”. A sessão especial desta manhã, adiantou o parlamentar, “só foi possível porque a Assembleia de Deus o reconduziu à ALBA”, na condição de deputado estadual. “Não tive o privilegio de participar do início desta igreja centenária, mas tenho o privilegio de estar completando 100 anos”, declarou.

“Estar deputado aumenta muito a minha responsabilidade de representar esta igreja tão pujante”, considerou o parlamentar, que empenhou seu “carinho a todos” e reafirmou compromisso de continuar zelando pela Assembleia de Deus na ALBA.

Social

Ao analisar a atuação dos religiosos, Samuel Júnior considerou que as igrejas, em especial a Assembleia de Deus, prestam grande serviço social junto aos que estão à margem da sociedade. “Quando o poder de Deus, que é transformador, alcança uma alma, ela se transforma e passa a ser uma pessoa de bem que dá belo testemunho”, afirmou. Para ele, a igreja à qual pertence não é apenas um apêndice que ajuda o Governo. “Ela entra onde o Estado não entra, em bairros e cidades onde o Governo tem dificuldade de acesso. Mas lá tem uma Assembleia de Deus pregando o poder transformador. E isso é maravilhoso”, disse.

A reafirmação da ação social da igreja foi tema recorrente nos pronunciamentos que marcaram a solenidade. O deputado federal Alex Santana (PDT) também reafirmou esse compromisso, garantindo que o caminho de atendimento social “aos mais necessitados, aos carentes, que precisam não só de assistência espiritual, mas social também” continuará norteando a Assembleia de Deus.

Para ele, que se declarou orgulhoso de estar na ALBA na homenagem, a igreja é um “grande agente auxiliador do Governo, porque quando atua recuperando drogados, auxiliando as famílias, ela é um braço forte que se pode utilizar na ajuda aos municípios e ao próprio Estado”.

“Nós, hoje, prestamos uma justa homenagem” à Assembleia de Deus na Bahia, pontuou o presidente Nelson Leal, que disse receber os evangélicos “com muita alegria, com muita satisfação”. “Tenho certeza absoluta de que sempre é positivo, na Casa das Leis, onde temos nossos embates, onde defendemos com muita veemência nossas posições políticas, pararmos um pouco para refletir. Estar em contato com Deus é sempre muito positivo para todos nós”, considerou Leal.

Na análise do presidente da Convenção Estadual das Assembleias de Deus na Bahia (Ceadeb) e presidente da Igreja em Salvador, pastor Valdomiro Pereira da Silva, o século de existência da Assembleia de Deus na Bahia também foi marcado pelo trabalho social. A igreja possui no estado “mais de 500 mil assembleianos” que são ensinados todos os dias “a amar a Deus, a amar ao próximo”, disse.

Segundo Valdomiro, esse contingente não fuma, não bebe, luta para evitar problemas familiares. “Realizamos um trabalho de extrema importância para o cidadão. Ensinamos as pessoas a andar com Deus”.

E os próximos anos seguirão da mesma forma, informou o pastor. “Hoje, infelizmente, houve um afastamento das pessoas do amor, porque a maioria vive em busca de objetivos pessoais. Precisamos orientá-las no sentido de que amar a Deus e ao próximo é o mais importante”.

Este compromisso com o futuro também foi ressaltado por Alda Velloso, primeira médica da Igreja Assembleia de Deus na Bahia, missionária e apresentadora do programa O Médico no Seu Lar, na Rádio Vox.

Declarando-se, ela própria, um testemunho vivo do que a igreja é capaz de fazer na vida de uma pessoa, Alda revelou: “Fiquei à disposição da igreja, minha esperança, como ela é a esperança hoje do Orfanato, do Desafio Jovem, de tantos que foram recuperados, dos toxicômanos, dos que estavam à margem da estrada, sem esperança e foram libertos, abençoados, formados em nível superior e hoje fazem parte da sociedade como pessoas zelosas que integram o pelotão da igreja”.

“Com certeza, mais do que nunca, seguiremos no caminho da ação social”, anunciou Alda. “Somos dois mil pastores na Bahia. Continuaremos crescendo e aparecendo e, principalmente, tirando da margem da estrada pessoas especiais e as colocando no exército de Cristo”, garantiu.

Início

No Brasil, a Assembleia de Deus completou seu século de existência em 2011. A história da Igreja no país começou com a vinda dos missionários suecos Daniel Berg e Gunnar Vingren, que chegaram ao Pará em 19 de novembro de 1910. Num primeiro momento, reuniram-se com as igrejas batistas aqui já instaladas, mas menos de um ano depois, em 18 de junho de 1911, fundaram a igreja Missão da Fé Apostólica, que, em janeiro de 1918, mudou de nome para dar lugar à Assembleia de Deus.

Pouco depois, a igreja chegava aos centros urbanos do Sul e Sudeste. Desde 1930, quando realizou a primeira Convenção Geral, a Assembleia de Deus no Brasil passou a ter autonomia interna, sendo administrada exclusivamente pelos pastores residentes no Brasil.

Compuseram a mesa da sessão desta manhã, dentre outras autoridades, o deputado Nelson Leal, presidente da Assembleia Legislativa da Bahia; Samuel Junior, proponente da sessão; o deputado federal Alex Santana; Pr. Valdomiro Pereira da Silva; Luiz Cesar Mariano, presidente do Conselho Fiscal da Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil (CGADB) e o chefe de gabinete da Secretaria de Relações Institucionais (Serin), que representou, na solenidade, a secretária Cibele Carvalho.

A sessão especial também homenageou 24 pessoas, dentre elas o presidente do Legislativo baiano, Nelson Leal, e o deputado federal Alex Santana. Todos receberam certificado de participação na sessão especial em homenagem aos 100 anos da Igreja Evangélica Assembleia de Deus na Bahia.

LEIA TAMBÉM

Rui Costa assina ordem de serviço para construção de pontes

Redação

Entre atabaques, agogôs e berimbaus, Caminhada da Capoeira movimenta Itinga neste sábado (21)

Redação

Elinaldo está provando que é possível transformar Camaçari, diz Paulo Azi

Redação

DEIXE UM COMENTÁRIO