marcas
  • Home
  • Destaque
  • “Estou pronta”, diz Eleusa Coronel na 1ª entrevista como pré-candidata
Destaque

“Estou pronta”, diz Eleusa Coronel na 1ª entrevista como pré-candidata

Eleusa Coronel quebrou o silêncio. Em entrevista exclusiva ao BNews, a pré-candidata do PSD a prefeitura de Salvador falou pela primeira vez com um órgão de imprensa sobre como conduzirá o processo eleitoral em 2020. A mulher do senador Angelo Coronel (PSD) faz questão de ressaltar que está disponível para o grupo e que se submeterá ao crivo dos correligionários. “Se o grupo achar que meu nome é o escolhido, estou pronta”, disparou.

Leia também: Coligação de Eleusa Coronel já tem até nome e slogan

Braço fiel do parlamentar baiano e sempre atuando nos bastidores, ela começou a ganhar holofotes no âmbito estadual quando foi primeira-dama da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), presidindo o projeto Assembleia de Carinho.  O grupo realizou diversas ações em prol do Hospital Aristides Maltez, do Grupo de Apoio à Criança com Câncer (Gacc) e das Obras Sociais Irmã Dulce (Osid), entre outros.

Para a reportagem, ela revela que não pretende tratorar aliados e que atuará junto ao senador durante o pleito se realmente tiver o nome chancelado pelo PSD. E diz que o senador Otto Alencar, presidente do PSD Bahia, apoia o seu nome. A decisão final sobre concorrer ou não deverá ocorrer entre o final de março e início de abril.

Leia na íntegra:

BNews – Quais são as suas primeiras palavras como pré-candidata a prefeitura de Salvador?

Eleusa Coronel – Essa história da gente [Coronel e eu] estar sempre unido em qualquer oportunidade, acho que o ser humano nasce preparado. A gente tem um grupo bacana que pode ajudar muito. Se o grupo achar que meu nome é o escolhido, estou pronta.

BNews – A articulação política ficará nas mãos de Coronel?

Eleusa Coronel – Como a gente vem sempre fazendo tudo junto, desde 88, é uma parceria. Claro que estou a frente, mas é tudo combinado com coronel. Não tem nada fechado ainda. A gente ainda está articulando tudo, porque a gente tem grupo.

BNews – Como está o diálogo com os aliados?

Eleusa Coronel – Não é uma atitude que a gente vai tomar sozinho. Se precisar do nosso nome, a gente está aqui para ajudar no que for preciso.

“A gente acha que o PSD pode ter uma candidatura feminina”

BNews – E com Otto?  

Eleusa Coronel – O senador Otto Alencar é um dos que estimulam essa candidatura. A gente acha que o PSD pode ter uma candidatura feminina. E você sabe que o nosso objetivo é cuidar de gente. Tudo bem que é bom ter uma cidade limpa, mas é bom ter um olhar para o social.

BNews – Você pretende polarizar a disputa com o pré-candidato do DEM, Bruno Reis?

Eleusa Coronel – Não queremos polarizar com ninguém, queremos mostrar que temos competência. Sou uma soteropolitana, passei a infância no interior, mas nasci aqui.
 

LEIA TAMBÉM

Feira de Santana confirma primeiro caso suspeito de coronavírus

Raniel

O TBM De HOJE, Saudade de ouvir esse Negão que amo pregar amo pregar Pr. Genival Bento.

Raniel

Em sessão proposta por Samuel Júnior, ALBa homenageia Maestro Wanderley da PM

Redação

DEIXE UM COMENTÁRIO