marcas
  • Home
  • Bahia
  • Governo anuncia reajuste salarial de até 20,99% para mais de 18 mil servidores
Bahia Destaque

Governo anuncia reajuste salarial de até 20,99% para mais de 18 mil servidores

Lei assegura a reestruturação da tabela de vencimentos dos servidores que trabalham no regime de 40 horas semanais e que recebiam salário básico abaixo do salário mínimo atual

 

Foto: Manu Dias/Gov-BA

 

O governo do Estado da Bahia anunciou reajuste salarial para mais de 18 mil servidores, que terão ganho salarial de até 20,99% a partir de outubro. O pagamento, que está programado para o dia 31 de outubro, será retroativo a 1º de agosto, data do acordo firmado pelo Governo do Estado com auxiliares e técnicos administrativos de diversos órgãos estaduais.

Sancionada pelo governador Rui Costa na última terça-feira (23), a lei 14.165 assegura a reestruturação da tabela de vencimentos dos servidores que trabalham no regime de 40 horas semanais e que recebiam salário básico abaixo do salário mínimo atual (R$ 998).

O impacto aos cofres públicos gerado pela nova lei neste ano será de R$ 50,4 milhões. Já para 2020, o reajuste salarial vai gerar uma despesa de R$ 110,3 milhões, segundo levantamento da Secretaria Estadual da Administração (Saeb).

“Diante de uma das mais graves crises econômicas da história do Brasil, a Bahia tem respondido com trabalho e muita responsabilidade. O equilíbrio das contas do Estado nos permitiu, neste momento, aumento real no salário de uma parcela significativa dos servidores. Ao mesmo tempo, a Bahia continua sendo o segundo estado do País que mais realiza investimentos públicos”, disse o governador Rui Costa. “Vamos continuar tratando o dinheiro público desta forma, com a seriedade necessária”, concluiu.

A nova lei é de autoria do Poder Executivo e foi desenvolvida em agosto deste ano a partir de um acordo assinado entre entidades sindicais e o governador Rui Costa. Ficou definida, na ocasião, a mudança na estrutura remuneratória dos auxiliares e técnicos administrativos, incluindo ativos, aposentados e contratados sob o Regime Especial de Direito Administrativo (Reda).

O acordo foi firmado pelo governo estadual com a Federação dos Trabalhadores Públicos do Estado da Bahia (Fetrab), a Associação dos Funcionários Públicos do Estado da Bahia (Afpeb), o Sindicato dos Servidores da Fazenda do Estado da Bahia (Sindsefaz), o Sindicato dos Trabalhadores em Saúde do Estado da Bahia (Sindsaúde), o Sindicato dos Servidores Penitenciários do Estado da Bahia (Sinspeb) e o Sindicato dos Policiais Civis do Estado da Bahia (Sindipoc).

A medida vai significar um ganho médio salarial para auxiliares e técnicos administrativos de 20,99% e 19,35%, respectivamente. Eles recebiam salário básico abaixo do mínimo, mas com remuneração total sempre acima do salário mínimo – a nova lei concede reajuste no salário básico.

LEIA TAMBÉM

Zona Azul entra de vez na era digital em Salvador

Redação

ALENCAR DEFENDE SUSPENSÃO DE EMPRÉSTIMOS CONSIGNADOS PARA SERVIDORES PÚBLICOS

Raniel

Modelo de Simões Filho, Álvaro Castro é eleito Mister Bahia Juvenil 2019

Redação

DEIXE UM COMENTÁRIO