marcas
Uncategorized

Inelegível, Caetano diz que é perseguido pela Justiça

Petista afirmou que pretende se candidatar à Prefeitura de Camaçari nas próximas eleições

O ex-prefeito da cidade de Camaçari, Luiz Caetano (PT), afirmou que, se não for perseguido pela Justiça, vai se candidatar mais uma vez à prefeitura do município. O petista, que está inelegível, é condenado por abuso de poder político em benefício pessoal ou de terceiros.

“Na minha opinião, esse impedimento da Justiça é provisório e nós vamos ter condições de ser candidato. Obviamente, se eles continuarem com a perseguição forte comigo, nós temos várias outras opções”, afirmou o ex-prefeito, na manhã desta terça-feira (2).

Um dos nomes que pode substituir Caetano em 2020 é da sua esposa, Ivoneide Souza.

“Tem a minha esposa e tem outros nomes, como a Luiza Maia, tem o Jacson e tem o Marcelinho, além dos partidos aliados.A base do governador vai estar unida”, declarou o petista.

Caetano participa do desfile do Dois de Julho, evento que comemora o aniversário da Independência da Bahia.

LEIA TAMBÉM

MDB e PSD devem travar “Duelo de Gigantes” pela Prefeitura de Simões Filho em 2020

Redação

Legislativo prestigia revitalização de praça e requalificação de rua na comunidade de Mapele

Redação

Com Fonte Nova lotada, Bahia e Fortaleza ficam no empate

Redação

DEIXE UM COMENTÁRIO