marcas
  • Home
  • Bahia
  • O primeiro Encontro do Centenário das Assembleias de Deus na Bahia aconteceu em Curaçá-BA
Bahia Destaque

O primeiro Encontro do Centenário das Assembleias de Deus na Bahia aconteceu em Curaçá-BA

Festa do Centenário em Curaçá-BA

O primeiro Encontro do Centenário das Assembleias de Deus na Bahia aconteceu em Curaçá-BA, neste último sábado (20), reunindo autoridades políticas, eclesiásticas e membros da denominação, ligados à Ceadeb (Convenção Estadual das Assembleias de Deus da Bahia).

O início das comemorações foi marcado por uma passeada nas principais ruas da cidade, representando a história de perseverança, fé, lutas e vitórias da Igreja – fruto do movimento pentecostal brasileiro fundado em 18 de junho de 1911, em Belém do Pará, pelos missionários suecos Daniel Berg e Gunnar Vingren.

Após a passeata, todos se reuniram no Terminal Rodoviário de Curaçá e se alegraram com o louvor de Walkíria Nunes e a ministração do pastor Edvaldo Filho.

O deputado estadual Samuel Junior relatou como foi lindo ver irmãos de todo o estado, em comunhão, prestigiando este marco para a Igreja. “Foi nessa união que a igreja chegou aos 100 anos no Brasil e é nessa união que aguardamos a vinda de Cristo”. O deputado federal Alex Santana ressaltou: “Estamos fazendo história! Eu estou fazendo parte dessa história!”.

A Assembleia de Deus é a maior representante no mundo do segmento pentecostal, cuja mensagem proclamada é: Jesus salva, cura, batiza com o Espírito Santo e em breve voltará. Na Bahia, é regida pela Ceadeb, presidida pelo pastor Valdomiro Pereira, fundada em 27 de abril de 1936 pelo missionário Otto Nelson e outros ministros, e conta com 5200 igrejas e cerca de 400 mil membros em todo o estado.

PRÓXIMOS EVENTOS:
– 14 de setembro:
Boca do Córrego

LEIA TAMBÉM

Vereadores de São Francisco do Conde retoma sessões nesta terça (6)

Redação

“Dinha está dando um show de administração”, diz Orlando de Amadeu; Vereador bombardeia grupo de Eduardo Alencar

Redação

Manifestações em Mianmar reúnem milhares de pessoas contra o golpe de Estado

Raniel

DEIXE UM COMENTÁRIO