marcas
  • Home
  • Destaque
  • Indicação de Genivaldo Lima solicita obras de pavimentação asfáltica e saneamento básico no bairro da Pitanguinha
Destaque Simões Filho

Indicação de Genivaldo Lima solicita obras de pavimentação asfáltica e saneamento básico no bairro da Pitanguinha

Indicação de Genivaldo Lima solicita obras de pavimentação asfáltica e saneamento básico no bairro da Pitanguinha

O vereador Genivaldo Lima (DEM) teve aprovada por unanimidade, na 24ª sessão ordinária de terça-feira (17), no plenário do Legislativo, a indicação legislativa nº 152/2019, que propõe ao Executivo Municipal, obras de pavimentação asfáltica e saneamento básico, na localidade de Fazenda Nova, no bairro de Pitanguinha.

De acordo com o parlamentar, a pavimentação asfáltica e o saneamento básico fazem-se necessárias para melhor urbanizar o bairro com esses importantes benefícios na localidade que está com a infraestrutura comprometida, além de oferecer um novo visual e, principalmente, mais qualidade de vida à população.

Segundo Genivaldo, as obras de infraestrutura vão garantir que as águas das chuvas serão escoadas de forma correta, evitando transtornos aos motoristas e proporcionando comodidade aos seus moradores, seja em época de chuva ou de estiagem.

“Em razão da situação atual e a necessidade de melhorias para a comunidade, esta indicação requer ao Executivo que seja realizada a pavimentação asfáltica e o saneamento básico visando proporcionar mais conforto e acessibilidade aos seus habitantes na localidade”, justificou o autor da indicação.

Assessoria de Comunicação da Câmara Municipal de Simões Filho (Ascom CMSF)
Tel.: (71) 2108-7200/99326-1524 (WhatsApp)
E-mail: ascom@camarasimoesfilho.ba.gov.br
Facebook: https://www.facebook.com/cmvsf/
Instagram: @camarasimoesfilho

LEIA TAMBÉM

STJ autoriza uso de áreas de lazer de edifício por família que deve taxa de condomínio

foconanews

Etanol recua em 18 Estados, diz ANP; preço médio cai 0,49% no País

Redação

Jovens que fizeram moradores reféns no bairro de Santa Cruz já eram investigados há 2 anos

foconanews

DEIXE UM COMENTÁRIO