marcas
  • Home
  • Destaque
  • Major é condenado a 15 anos de prisão por feminicídio; ele atirou seis vezes contra esposa
Destaque

Major é condenado a 15 anos de prisão por feminicídio; ele atirou seis vezes contra esposa

Preso em flagrante, Valdiógenes Almeida alegou como “justificativa” que atirou contra a vítima, em uma escola, porque ela teria relações extraconjugais duradouras

 

Foto: Divulgação/MPBA

 

O major do Corpo de Bombeiros Valdiógenes Almeida da Cruz Júnior foi condenado a 15 anos, um mês e 15 dias de prisão pelo assassinato da sua companheira, a professora Sandra Denise Costa Alfonso.

O julgamento popular foi realizado na terça-feira (17) e divulgado pelo Ministério Público da Bahia (MP-BA) nesta quarta (18).

A denúncia do MP contra o major foi sustentada pela promotora de Justiça Isabel Adelaide. A sentença foi proferida pela juíza Gelsi Maria Almeida de Souza, que manteve a prisão preventiva do condenado.

O júri considerou Valdiógenes culpado por feminicídio cometido por motivo torpe e sem possibilitar defesa da vítima. Segundo a denúncia, feita em 2016 pela promotora de Justiça Ana Rita Cerqueira, o major disparou seis vezes contra Sandra Denise na manhã do dia 13 de maio de 2016 dentro da Escola Municipal Esperança de Viver, em Tancredo Neves, local onde ela trabalhava.

Preso em flagrante, Valdiógenes Almeida alegou como “justificativa” que atirou contra a vítima porque ela teria relações extraconjugais duradouras.

LEIA TAMBÉM

Após passageiro se recusar a usar máscara, avião dá meia volta para Salvador

Raniel

Hoje aniversário de Marcus Sarmento um homem que chegou na prefeitura de Itanagra para mudar a realidade, fazer da cidade que todos julgavam ser um lugar sem esperança de crescimento, uma cidade que vai renascer, aliás já esta renascendo com apenas pouco tempo de gestão.

Redação

Curso de formação de agente vacinador de brucelose beneficia 15 produtores de São Sebastião do Passé

Redação

DEIXE UM COMENTÁRIO