marcas
  • Home
  • Destaque
  • Pedido do Bahia em ação sobre plotagens na Arena Fonte Nova é negado pela Justiça
Destaque EC Bahia

Pedido do Bahia em ação sobre plotagens na Arena Fonte Nova é negado pela Justiça

O pedido feito pelo Bahia contra a decisão que determinou a retirada de todas as plotagens, placas, bandeiras e símbolos do tricolor na Arena Fonte Nova e nos arredores do estádio foi negado pela justiça. O caso foi julgado pela desembargadora Sandra Inês Moraes Rusciolelli Azevedo, da Terceira Câmara Cível do Tribunal de Justiça da Bahia.

O clube apontou que a liminar foi conferida de forma “superficial”, sem levar em conta a anuência do poder público para a utilização da Fonte Nova.

Em decisão a desembargadora não concedeu pedido do Bahia e cobrou um novo prazo para as contrarrazões. Ainda não há prazo para julgamento do mérito do agravo, instrumento utilizado pelo tricolor para questionar a liminar.

A ação popular foi proposta pelo ex-conselheiro do Vitória Juarez Wanderley, em dezembro do ano passado, quando o tricolor inaugurou uma loja na área externa da Fonte Nova. O juiz Glauco Dainese de Campos, da 7ª Vara da Fazenda Pública de Salvador, deferiu a liminar e determinou a retirada das peças publicitárias alusivas ao Bahia na fonte nova.

O magistrado obrigou o estádio a remover pinturas, plotagens e placas do estádio, no prazo de 15 dias, sob multa diária de $20 mil. No entanto, a medida mantém a loja do tricolor na Arena Fonte Nova.

As informações são do Metro1

LEIA TAMBÉM

Ontem em sessão da Câmara de Vereadores de Santo Amaro, surgiu em pauta o tema: SAÚDE

Redação

Genivaldo Lima deixa a Sedur, volta para Câmara, cria bancada da minoria e detona Neco Almeida: “eu estou aqui”

Redação

Presidente do Vitória é flagrado em blitz da Lei Seca e tem carro apreendido

foconanews

DEIXE UM COMENTÁRIO