marcas
  • Home
  • Notícias
  • Brasil
  • PSG aceita negociar Neymar por R$ 176 milhões a menos do que pagou, diz jornal catalãoo
Brasil Esportes Notícias

PSG aceita negociar Neymar por R$ 176 milhões a menos do que pagou, diz jornal catalãoo

 

Segundo o “Sport”, time francês está disposto a baixar de 300 milhões de euros, o pedido inicial, para 180 milhões de euros e tenta negociar o atacante brasileiro com Barcelona

O PSG fixou um preço para liberar Neymar. Sem troca de jogadores. Ao menos é o que diz o jornal catalão “Sport”, que em sua capa da edição desta terça-feira diz que o time francês está disposto a negociar o brasileiro por até 180 milhões de euros (cerca de R$ 757 milhões na cotação atual). Com tal preço, o clube ainda espera conversar com o Barcelona para acertar a transferência.

Com tal valor fixado, o PSG, de acordo com o “Sport”, não pretende envolver Neymar em uma troca de jogadores. No início das conversas, o Barcelona teria feito duas ofertas diferentes para ter o brasileiro.

Numa delas, cederia Philippe Coutinho e Rakitic mais 40 milhões de euros (R$ 168 milhões) pelo camisa 10. Outra oferta envolveu apenas um jogador diferente: Coutinho mais Dembélé e os mesmos 40 milhões de euros. As duas propostas teriam sido recusadas pelo time parisiense.

Nesta segunda, outro jornal catalão, o “Mundo Deportivo”, publicou que o atacante brasileiro e seu estafe estão nervosos com a indefinição sobre seu futuro.

Enquanto não coloca um ponto final na novela, Neymar segue na China, onde o PSG realiza pré-temporada. Fora do amistoso desta terça contra o Sydney FC, ele fez, por três dias seguidos, trabalhos físicos e com bola ao lado do zagueiro Kimpembé, que se recupera de cirurgia no abdômen. O próprio brasileiro está em fase final de tratamento de lesão no tornozelo.

LEIA TAMBÉM

Toffoli dá 48 horas para Justiça da Bahia enviar informações sobre saúde de Geddel

Raniel

Justiça nega pedido e Eduardo Cunha não pode ir ao casamento da filha

Redação

Bellintani rebate Paulo Carneiro: ‘Estranho seria se ele dissesse que votaria em mim’

Redação

DEIXE UM COMENTÁRIO