marcas
  • Home
  • Destaque
  • “Reforma do Estádio Municipal de Simões Filho ficará pronta até maio de 2020”, diz prefeito Dinha
Destaque Simões Filho

“Reforma do Estádio Municipal de Simões Filho ficará pronta até maio de 2020”, diz prefeito Dinha

 

O prefeito de Simões Filho, Dinha Tolentino, anunciou na tarde deste domingo (1), durante o evento esportivo realizado no Campo do União, no bairro do Cia 1, novidades na área de Esporte ainda este ano, com ações específicas que serão realizadas já nos próximos dias, como o processo de licitação para a reforma do Estádio Municipal Edgard Santo

 

Tudo isso será possível após a assinatura do contrato junto à Caixa Econômica Federal (CEF) que possibilitou o empréstimo de R$ 25 milhões.

“Vamos requalificar o Estádio Edgard Santos depois de 12 anos fechado e abandonado. Vamos agora abrir e publicar a licitação nos próximos dias para conhecer a empresa que vai executar as obras, com previsão de entrega à população até maio do ano que vem, para que a população e a seleção de Simões Filho possam representar a cidade no Intermunicipal e é, dessa forma, que vamos trabalhar e construir uma cidade cada vez melhor”, ressaltou.

Palco de importantes eventos esportivos, como o Campeonato Intermunicipal, o Estádio Edgard Santos, que fica na cidade de Simões Filho, Região Metropolitana de Salvador (RMS), sofreu as consequências do descaso de gestões passadas. A praça esportiva foi deixada pelos ex-gestores em estado de total degradação: arquibancadas destruídas, vestiários danificados, mato e entulho por toda parte, um verdadeiro descuido que choca a comunidade esportiva.

“O Estádio Municipal Edgard Santos deve ficar pronto até maio de 2020 e voltará a ser um lugar digno para o futebol e práticas esportivas, além de mais uma grande conquista do povo simõesfilhense”, destacou o alcaide, que reacendeu a esperança de transformar o estádio em um novo espaço para os esportistas e para o povo

LEIA TAMBÉM

Governo diverge de mercado financeiro e projeta queda mais branda do PIB 2020, em 4,7%

Raniel

As coligações devem acabar a partir de 2020, avalia especialista

Redação

Celso de Mello irá deferir abertura de inquérito para investigar Bolsonaro

Raniel

DEIXE UM COMENTÁRIO