marcas
  • Home
  • Destaque
  • Salvador: Depois de vacinar 100% dos trabalhadores da educação, Prefeitura tenta, mais uma vez, entrar em acordo com Sindicato
Destaque

Salvador: Depois de vacinar 100% dos trabalhadores da educação, Prefeitura tenta, mais uma vez, entrar em acordo com Sindicato

Medidas de segurança

O prefeito de Salvador, Bruno Reis, recebeu novamente a diretoria da APLB Sindicato, nesta quarta-feira (5), para apresentar os avanços da vacinação dos trabalhadores da educação e pedir que a categoria retorne para as salas de aula. Salvador é a primeira cidade no Brasil a vacinar 100% dos trabalhadores da educação.https://googleads.g.doubleclick.net/pagead/ads?client=ca-pub-2475620723385359&output=html&h=280&slotname=1385443091&adk=3184269892&adf=3634003836&pi=t.ma~as.1385443091&w=696&fwrn=4&fwrnh=100&lmt=1620236507&rafmt=1&psa=1&format=696×280&url=https%3A%2F%2Finformebaiano.com.br%2F206439%2Fpolitica%2Fsalvador-depois-de-vacinar-100-dos-trabalhadores-da-educacao-prefeitura-tenta-mais-uma-vez-entrar-em-acordo-com-sindicato&flash=0&fwr=0&fwrattr=true&rpe=1&resp_fmts=3&wgl=1&adsid=ChAI8ITJhAYQzKCWyqf43-B4EkgAjhSav6ZqB5QUITaZaHYKhDLxUtCUZOy2NOqXbeBxS4xTlnytf2ySM5rGd0RZMG4DRlLMrXnD3FJr_klF0mwUEalwj9tlZC0&uach=WyJXaW5kb3dzIiwiMTAuMCIsIng4NiIsIiIsIjkwLjAuNDQzMC44NSIsW11d&dt=1620236447421&bpp=910&bdt=11172&idt=5913&shv=r20210429&cbv=%2Fr20190131&ptt=9&saldr=aa&abxe=1&cookie=ID%3D49ad7138a229f6e7-228e7f39d2b300d8%3AT%3D1619637078%3ART%3D1619637078%3AS%3DALNI_MbEpJgM2sMDMgdBqzxOh1urxE6sKw&prev_fmts=300×300%2C0x0&nras=1&correlator=3434066689354&frm=20&pv=1&ga_vid=950060397.1619637205&ga_sid=1620236453&ga_hid=1497364978&ga_fc=0&u_tz=-180&u_his=10&u_java=0&u_h=768&u_w=1360&u_ah=768&u_aw=1283&u_cd=24&u_nplug=3&u_nmime=4&adx=99&ady=1155&biw=1266&bih=608&scr_x=0&scr_y=0&oid=3&pvsid=3363367110826483&pem=436&ref=https%3A%2F%2Finformebaiano.com.br%2F206349%2Fnoticia%2Fposto-sac-feira-i-amplia-horario-de-atendimento-para-servico-de-rg&eae=0&fc=896&brdim=0%2C0%2C0%2C0%2C1283%2C0%2C1283%2C768%2C1283%2C608&vis=1&rsz=%7C%7CeoEbr%7C&abl=CS&pfx=0&fu=128&bc=31&jar=2021-05-05-17&ifi=1&uci=a!1&btvi=1&fsb=1&xpc=YTO6wknKlx&p=https%3A//informebaiano.com.br&dtd=59733

“Além de imunizar toda a comunidade escolar, temos protocolos rigorosos em todas as nossas unidades e os números da pandemia estão estáveis. Se esses números voltarem a crescer, eu serei o primeiro a voltar atrás e fechar novamente. Mas precisamos dar esse passo, precisamos avançar.”, afirma Bruno Reis.

Os trabalhadores da educação são a primeira categoria, em Salvador, a ser vacinada em sua totalidade. A capital baiana é, também, a única no Brasil que ainda não retomou as aulas semipresenciais. Durante a reunião, o Prefeito insistiu no consenso e pediu que a APLB apresentasse proposta para o retorno mas o sindicato manteve a posição de só voltar às aulas, ainda que semipresenciais, depois da segunda dose, que só ocorre 90 dias depois da primeira dose, além de um prazo adicional para se sentirem plenamente seguros da imunidade pretendida.

Diante do impasse, a APLB reiterou sua posição mas informou que reunirá os professores ainda hoje para decidirem os próximos passos do movimento que vem deixando cerca de 162 mil alunos sem aula, só na rede municipal de Salvador.

O Secretário Municipal de Educação, Marcelo Oliveira, fez um apelo para que o sindicato não politize o assunto. “As crianças precisam estar no centro de nossas discussões e decisões. Estamos comprometendo três anos letivos e as consequências para o futuro dessa geração são incalculáveis. Não podemos cometer esse erro, essas crianças não podem pagar um preço tão alto. Não é justo com as nossas crianças!”, concluiu.

LEIA TAMBÉM

Jaques Wagner confirma que não votará em eleição no Senado

Raniel

Prefeitura revitaliza e entrega praça com parque infantil em Caixa D´Água

Redação

Governo promove série de ações de prevenção ao câncer de mama no Outubro Rosa

Redação

DEIXE UM COMENTÁRIO